O vice-presidente brasileiro convida DiCaprio para conhecer a realidade de Amazônia

0
390
DiCaprio
Fotografia: pixabay.com

Na quarta-feira o vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, convidou o famoso ator Leonardo DiCaprio para ver o que esteve a acontecer lá. O governo ainda está a enfrentar críticas pela crescente destruição da maior floresta tropical do mundo.

Mourão convidou DiCaprio, a grande estrela de Hollywood e ativista ambiental, para o acompanhar pessoalmente numa jornada no remoto extremo oeste da Amazônia, perto da cidade de São Gabriel da Cachoeira.

 O vice-presidente diz que gostaria de convidar DiCaprio para dar um passeio na selva

Hamilton Mourão afirmou num pronunciamento no Fórum Mundial Amazônia +21:“Eu gostaria de convidar o nosso mais recente crítico, o nosso ator Leonardo DiCaprio, para ir comigo aqui a São Gabriel da Cachoeira para fazermos uma marcha de oito horas pela selva entre o aeroporto de São Gabriel e a estrada de Cucuí. Ele vai aprender em cada socavão que ele tiver que passar que a Amazônia não é uma planície e aí entenderá melhor como funcionam as coisas nessa imensa região”.

Contudo, os representantes de DiCaprio não responderam imediatamente ao pedido.

No ano passado, enquanto o aumento dos incêndios na Amazônia provocava protestos globais, o presidente de direita Jair Bolsonaro acusou DiCaprio de financiar incêndios na Amazônia. Mas sem apresentar qualquer evidência. DiCaprio negou a acusação.

View this post on Instagram

From The @Guardian: The number of fires burning in Brazil's Amazon in July was up 28% on the same month last year, according to data from Brazil's space research agency INPE. Early numbers for August also show a 7% increase. Brazil's president, Jair Bolsonaro, is under pressure internationally to curb the fires, but he has publicly doubted the severity of them in the past claiming opponents and indigenous communities were responsible. Last year's Amazon wildfires were devastating enough, but with the weather being drier this year so far, as well as the Coronavirus pandemic which has killed more than 99,000 Brazilians, there is growing concern that the ongoing deforestation isn't getting enough attention. . . . . . . #Brazil #Amazon #Rainforest #Wildfires #Deforestation

A post shared by Leonardo DiCaprio (@leonardodicaprio) on

Neste ano, o número dos incêndios aumentou em junho e julho em relação ao ano anterior. Porém, nos primeiros 15 dias de agosto, a percentagem dos incêndios diminuiu por 17% comparativo a 2019, segundo dados do governo. Outros dados preliminares do governo revelam que o desmatamento subiu a 34,5% nos 12 meses até julho em comparação ao mesmo período do ano anterior.

DiCaprio tem uma fundação dedicada ao meio ambiente que defende a preservação da Amazônia. Dado o grande número de plantas e animais que vivem ali, a floresta amazônica tem um valor biológico e ecológico incalculável.

Além disso, em julho, DiCaprio elogiou no Twitter a proibição do governo brasileiro de incêndios na Amazônia por 120 dias. Uma boa tentativa de conter a destruição!

Outro artigo interessante podes encontrar aqui.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here