5 de setembro – o dia da Amazónia

0
350
floresta
Amazónia, Fotografia: pixabay.com

Hoje celebramos o dia da maior floresta do mundo, nomeada também os pulmões da Terra, Amazónia. A data foi escolhida para homenagear o dia da criação da Província do Amazonas, em 1850, por D. Pedro II. Tenta-se assim, chamar a atenção para a importância da maior floresta tropical do planeta. Uma fauna rica, com mais de 30 milhões de espécies animais e uma flora que apresenta um potencial medicinal e económico elevado.  Toda essa riqueza encontra – se em perigo, visto que nos últimos 50 anos cerca de 17% do bioma foi destruído.

O problema do desmatamento

Embora a sua beleza seja única no mundo, a floresta é vista como uma forma de trazer lucro. Um problema constante na Amazónia é o desmatamento para a criação dos pastos ou para o avanço das plantações de soja. Para além disso, acontece também a extração ilegal de madeira e a mineração e a criação de hidrelétricas. Todos estes processos têm efeitos devastadores para o bioma. Se até 1970 o território mantinha-se preservado, a partir deste período a cobertura vegetal passou a sofrer. Considera-se que este desequilíbrio começou com a construção da Rodovia Transamazônica que atraiu um número elevado de pessoas para a área. Em presente, o desmatamento atingiu níveis alarmantes, visto que entre 2000 e 2017, a Amazónia perdeu cerca 400 mil km2 de floresta e em 2019 a destruição teve um aumento de 278%. Para além disso, subiu também o número de queimadas provocadas, por um lado, pela derrubada de árvores e por outro lado pela atividade humana que tem ligação com a extensão das terras cultiváveis e das pastagens.

Consequências

O desmatamento provoca um desequilíbrio ecológico, comprometendo os ecossistemas e afetando todo o mundo. Uma consequência que se torna mais problemática é a alteração climática que, ao seu torno dá início, como num jogo de dominó, a outros desastres. Outras consequências são:

  • A perda do habitado natural dos animais;
  • O aumento do risco de extinção de várias espécies de plantas e animais, impactando assim outras atividades económicas;
  • O aumento do aquecimento global;
  • O empobrecimento do solo, o assoreamento dos rios e o aumento na frequência dos processos erosivos;

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here