“Mulan” foi filmado numa cidade onde há um campo de concentração

0
362
Mulan
Póster da adaptação em "live-action" do filme de animação "Mulan", Fotografia: facebook.com/WaltDisneyMulan

Mulan, a adaptação mais recente em “live-action” de um filme de animação feito por Disney, está no meio de um novo escândalo! A pandemia já lhe impôs obstáculos no que diz respeito à data de estreia. Os fãs repararam que, ao fim do filme, houve agradecimentos ao departamento de publicidade de Sinquião. A cidade está relacionada a várias violações dos direitos humanos.

A controvérsia ligada aos agradecimentos tem a ver com a política dessa região da China. No momento em que estás a ler este artigo, milhões de uigures estão a sofrer violações dos direitos humanos em Sinquião no estado chinês.

Algumas partes do filme “Mulan” foram filmadas lá. Quer dizer, pagar para vê-lo significaria apoiar o governo a continuar a sua prática de manter os uigures em campos de concentração. Enquanto os cinemas não foram abertos, os que já pagam para a plataforma Disney+, tiveram que pagar outros 30 dólares para ver o filme, coisa que aborreceu os fãs que mal podiam esperar pela estreia.

Zhao Lijian, o representante do Ministério das Relações Exteriores, declarou que não há nenhum “campo de concentração” e que aquilo que fazem com este povo muçulmano é de “prevenir o terrorismo”. Ele acrescentou que o campo só “educa” os uigures.

Detenções, indoutrinação, abuso e esterilização dos muçulmanos na China

Detenções, indoutrinação, abuso e esterilização – assim é que podemos caraterizar o genocídio que está a acontecer agora em Sinquião. Há sete anos, Turpan, a mais famosa cidade na região, testemunhou várias violências desse grupo étnico. Assim sendo, a província criou os centros de detenção para reforçar a seguridade.

Quem são os uigures?

Os uigures são um povo de origem turcomena e representam uma das das 56 etnias reconhecidas pela China. São muçulmanos desde o décimo sexto século. O alvo dos campos de “reeducação” é de mudar a identidade e a fé do povo, considerado uma ameaça pelas autoridades chinesas. Os detidos têm de ficar pelo menos 12 meses nos campos antes de serem questionados sobre ideologias chinesas que são obrigados a aprender enquanto estão lá.

Mulan” (1998) é um filme de animação feito por Disney, baseado na lenda chinesa de Hua Mulan. Filha do guerreiro Fa Zhou, ela finge ser homem para ocupar o lugar do seu pai durante a guerra contra a invasão dos hunos. É uma adaptação da lenda chinesa sobre a luta de uma menina que não só salva o Império Chinês, mas também honra a sua família.

A atual Mulan – figura polémica

Liu Yifei, a intérprete de Mulan, também é uma figura polémica. O ano passado mostrou o seu apoio para a polícia de Hong Kong na altura em que havia pessoas a serem extraditas para a China continental. Muitas pessoas a nível internacional protestaram contra a decisão.

A falar em plataformas de streaming que estão na moda, podes ver aqui o nosso top de 10 séries latino-americanas na Netflix que vale a pena vê-las.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here