Livros sobre o destino de algumas mulheres muçulmanas

0
587

Há razões para ler livros sobre o destino das mulheres muçulmanas. Por exemplo, podes encontrar informações exclusivas sobre um outro espaço cultural. Também podes observar a posição das mulheres numa sociedade não-europeia e entender o sacrifício feito por elas para ter uma vida normal. Vais ler sobre a importância dos valores humanos e do respeito pelos direitos. Mais que isso, vais compreender em que contexto uma mulher é, realmente, de sucesso.

Os ideais e objetivos do Estado Islâmico criaram muita controvérsia no espaço internacional. Muitos oriundos de lá não podiam ser compreendidos pelos estados ocidentais. É por isso que as autobiografias de algumas mulheres muçulmanas transpõem um tipo diferente de literatura.

Livros mulheres muçulmanas
Faisal Mosque Pakistan, Fotografia: freeimages.com

A seguir temos 3 livros que apresentam as histórias de vida de algumas mulheres muçulmanas. Estas são mulheres que se tornaram um símbolo do protesto pacífico pela educação e pelos direitos humanos.

  1. Eu sou Malala

É um livro escrito por Malala Yousafzai e Patricia McCormick, representando um dos 3 livros sobre o destino de algumas mulheres muçulmanas que vivem numa sociedade sujeita à discriminação. Conta a incrível história duma menina nascida e criada no Paquistão, que em alguns anos ia tornar-se a mais jovem ganhadora do Prémio Nobel da Paz. Além disso, estamos a falar sobre um período em que o direito à educação das meninas era violado, assim como era também infringido o direito à liberdade da expressão.

Teve a coragem de lutar pela educação e mudar a mentalidade das pessoas

Embora nessa altura exista uma realidade fundamental do espaço islâmico, Malala consegue exprimir o seu ponto de vista, falando sobre os direitos que são violados e procurando uma solução. Ela é incondicionalmente apoiada pela família, embora essa sociedade valorize mais os meninos duma família. É incrível como ela consegue escapar com vida após ter levado um tiro na cabeça enquanto estava a voltar da escola para casa porque teve a coragem de lutar pela educação e de mudar a mentalidade das pessoas.

Eu Sou Malala – (Em Portugues do Brasil) no amazon.comEu Sou Malala (Em Portuguese do Brasil) no amazon.es

  1. O Livro do Destino

Isto é um outro romance fantástico que descreve o destino das mulheres muçulmanas, mas desta vez do Iraque. É escrito por Saniee Parinoush, uma das figuras mais importantes e conhecidas dos intelectuais iranianos. Embora o romance tenha sido banido duas vezes pelo regime iraniano, é um sucesso fabuloso, sendo um dos 3 livros sobre o destino de algumas mulheres muçulmanas que vivem numa sociedade sujeita à discriminação.

Saniee Parinoush, uma das figuras mais importantes dos intelectuais iranianos

Conta a história de uma adolescente chamada Masumeh que se apaixona por um jovem, mas é casada à força. Aquilo que é interessante é que o marido permite que ela continue os estudos, coisa que não era tão bem vista na sua família.

O Livro do Destino no amazon.comO Livro do Destino no amazon.es

  1. Queimada viva

Outra biografia incrível que descreve o mundo tradicional da Cisjordânia, um livro sobre a sobrevivência e o renascimento. É escrito por Souad e Marie-Thérèse Cuny. O livro retrata a evolução duma menina de apenas dezassete anos que se apaixona por um homem, coisa que não é aceite por aquela sociedade. Fica grávida e, por isso, acaba por quase ser vítima dum crime de honra. Isso era tão normal para a cultura daquela época. Mas é salva pelo colaborador de uma fundação.

De uma adolescência submissa a uma vida pessoal livre de terror

Os momentos-chave da evolução da mulher em desenvolvimento são captados, de uma adolescência submissa e desrespeitada a uma vida pessoal livre de terror e zombaria. Isso é um outro exemplo de livro sobre o destino de mulheres muçulmanas.

Queimada Viva no amazon.comQueimada Viva no amazon.es

Outro livro que te pode interessar é  A Viagem que mostra um valor de exemplaridade para o leitor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here