Ensaio sobre a Cegueira: as catástrofes duma epidemia atípica

0
424
Ensaio sobre a Cegueira
Fotografias: Pixabay.com, Facebook.com

Ensaio sobre a Cegueira é um livro escrito por José Saramago que faz tremer os leitores, especialmente neste período problemático. O livro mostra como um desastre incrível pode transformar o ser humano em animal, ou pior do que um animal.

Ensaio sobre a Cegueira foi publicado em 1995 e ficou uma das mais importantes obras do autor português. A ideia duma cegueira branca assusta os que vejam, mas a qualidade da escritura e o estilo transformam o livro numa leitura que não podes deixar. Brevemente, fala-se duma epidemia de cegueira branca como o leite que ataca a população duma cidade anónima, e depois do inteiro país. A primeira solução? Colocar todos os cegos numa quarentena, em condições horríveis.

Os cegos são separados da família, forçados de viver com pessoas desconhecidas e de  cuidar deles mesmos sem ajuda. Naquele lugar, só uma mulher pode ver e pode ajudar os outros. A situação piora imediatamente, logo que o governo reúne mais de 200 pessoas num antigo hospital onde as camas e a comida não bastam para todo o mundo. Agora comece uma luta ‘cega’ para a sobrevivência.

Onde acaba a humanidade?

Do meu ponto de vista, a humanidade morre duas vezes. A primeira vez, quando o governo toma aquelas decisões drásticas sobre a organização da quarentena. O governo e o exército colocam as vítimas do ‘mal branco’ num antigo hospital que não dispõe de água limpa nem de móveis novos. Os soldados que vigiam os cegos são cruéis até matá-los sem razão justo.

A segunda vez, por causa da insensibilidade e da falta de respeito para os outros, até permitir à sujeira de engolir tudo. Mas o mais doloroso foi ler as páginas sobre a iniquidade de alguns cegos. Eles forçaram os outros a renunciar aos objetos que tiveram. Eles destruíram a dignidade das mulheres, estuprando-as. Por este motivo, acho admirável a coragem da mulher do médico, que decidiu obter vingança em nome de todos.

O espírito de equipa

Em períodos de grande dor e tristeza, um grupo fica unificado. Isto prova que os seres humanos podem manter o espírito de família, especialmente com as pessoas vulneráveis. Neste livro, ajudar os outros sempre significa ajudar-te, porque não sabes quando vais precisar de apoio dos outros. A probabilidade de sobreviver acrescenta quando todos cooperam.

Paralela com a pandemia de Coronavírus

Comparada a esta situação, a pandemia de Coronavírus parece tão pequena. Afinal, foi preciso vivermos em casa com as nossas famílias por alguns meses. Uma quarentena humana para a maioria das pessoas. As perdas são igualmente horríveis, tal como a reação dos que governam em frente do perigo: pânico total. Mas o que devemos compreender das duas situações é que precisamos de tolerância e de compaixão para conseguir ultrapassar este período difícil.

Conclusão pessoal

Acabei de ler este livro hoje. A motivação inicial para lê-lo consistiu no prazer de descobrir a beleza da literatura portuguesa. Este livro é um convite para refletir. Aprendi a apreciar o que tenho, especialmente a saúde e a minha existência confortável. Precisamos todos duma reflexão para encontrar respostas às mais importantes perguntas.

Se quiseres comprar o livro, usa os links debaixo:

Ensaio Sobre a Cegueira no amazon.com

Ensaio sobre a Cegueira no www.amazon.es

Se gostas dos livros, também te pode interessar Top 5 livros para livrar-se do aborrecimento da quarentena

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here