Sabias que COVID-19 é um substantivo feminino?

1
266
COVID feminino
COVID-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS), que propôs para a doença com o novo coronavírus a abreviatura COVID-19, utiliza a forma feminina.

O Dicionário Priberam da Língua Portuguesa disse que a palavra COVID-19 é um nome feminino que significa “doença infecciosa respiratória, causada pelo coronavírus SARS-CoV-2, cujos sintomas podem incluir febre, tosse, dificuldades respiratórias e cansaço, e que, em alguns casos, pode progredir para pneumonia ou falha respiratória”.

A Infopedia menciona quase o mesmo significado dizendo que a COVID-19 é uma “doença respiratória viral causada por um coronavírus, cujos sintomas iniciais incluem febre, tosse e dificuldade respiratória, podendo evoluir para situações de pneumonia, falência dos rins e de outros órgãos e eventual morte”.

Por outra parte, a Academia Francesa afirmou também que a doença COVID-19 deve ser usada no feminino, pela seguinte regra gramatical: “é uma sigla para ‘Corona Virus Disease 2019’ e as abreviaturas e siglas emprestam o gênero do substantivo que constitui o núcleo da frase da qual tornam-se em abreviaturas”.

Na mídia francesa e nas conversas do dia-a-dia, os franceses usam “COVID” no masculino. Ao comparar “Le Covid” e “La Covid” na plataforma Google Trend do Google, obtém-se um gráfico que mostra que a forma masculina é a mais utilizada.

Escreve-se COVID-19 ou covid-19?

Sobre a forma de escrever, a Real Academia Espanhola (RAE) afirma que se trata de “uma sigla recém-criada, ainda não lexicalizada”. Por esse motivo, informa que, por enquanto, a sua escrita é feita em maiúsculas em todas as suas letras. Somente com o passar do tempo a doença poderá ser escrita em letras minúsculas, covid-19.

Por outro lado, o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa disse que também se pode escrever com minúsculas (covid-19) e menciona que se trata de um “acrónimo do inglês coronavirus disease 2019, doença de coronavírus 2019 [ano em que a doença foi identificada pela primeira vez])”.

Outro artigo também muito interessante sobre a pílula contracetiva podes encontrar aqui.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here