Massacre em Moçambique: Cerca de 20 pessoas foram decapitadas

0
374
massacre Moçambique
Fotografia: captura de ecrã do vídeo " Mozambique requests military support from SA" do canal SABC News no youtube.com

Um massacre teve lugar em Moçambique. Pelo menos 5 adultos e 15 adolescentes foram decapitados enquanto participavam numa cerimónia de iniciação masculina. Tudo aconteceu no norte do país, uma zona atacada pelos militantes jiadistas desde 2017.

As fontes locais transmitiram que os militantes, os homens armados, tinham decapitado pelo menos 20 pessoas e, depois, tinham colocado os mortos decapitados numa floresta situada no distrito de Muidumbe. Este assassinato foi associado aos militantes jiadistas que se tornaram conhecidos depois de terem atacado e incendiado várias aldeias desta região no passado.

Cenas assustadoras numa floresta no distrito de Muidumbe

Os habitantes informaram as forças de polícia sobre o descobrimento dos cadáveres na floresta, informação confirmada por um oficial do distrito vizinho Mueda. Uma trabalhadora humanitária confirmou a informação segundo a qual os jovens e os homens participavam num rito de iniciação, acompanhados pela sua família e pelos seus conselheiros.

Já ouviste falar do ataque acontecido em Viena numa sinagoga?

As autoridades de Moçambique ainda não confirmaram o massacre

Os jiadistas que frequentam a região Cabo Delgadaque juraram crença absoluta no islamismo. Mais de 2000 mortes surgiram dos feitos criminosos que pertencem a este grupo. A organização governamental ACLED informou que mais de 400.000 escolheram de deixar a região desde 2017, por causa dos ataques reiterados.

O assassinato aconteceu no contexto dos outros ataques dedicados à crença islâmica que tiveram lugar ultimamente. A região norte de Moçambique não é salva deste movimento de terror.

O ataque terrorista na França deixou mortes, entre os quais uma brasileira! Podes ler aqui os detalhes!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here