Roménia: a história do Cemitério Alegre de Săpânța

0
478
Cemitério Alegre de Săpânța
Cemitério Alegre de Săpânța, Fotografia: commons.wikimedia.org

Talvez não haja nenhuma pessoa na Roménia que não tenha ouvido falar do Cemitério Alegre de Săpânța. É um dos pontos turísticos mais visitados de Maramureș, até mesmo do país. Este lugar tem a fama de ser onde as pessoas riem da morte.

A cruz da sogra do Cemitério Alegre já virou lenda, como muitas outras histórias esculpidas em cruzes de madeira no centro de Săpânța. Hoje, este lugar é um museu a céu aberto, mas ao mesmo tempo é o cemitério da aldeia.

Mais de 850 cruzes felizes estão presentes no cemitério da igreja, e a primeira apareceu em 1935.

O Cemitério Alegre é um lugar único no mundo. Poucas pessoas estão acostumadas a rir da morte. O povo de Maramureș, por outro lado, faz isso desde os tempos antigos.

Dănuț Ștețca, guia turístico:

A história começou em 1935-1936, quando Stan Ioan Pătraș, um dos artesãos mais famosos da comuna, agora de Maramureș e de todo o mundo, teve uma ideia maluca para expressar num pedaço de madeira de carvalho a história de toda a vida de um homem.

pixabay.com

Stan Ioan Pătraș não era apenas o mestre da aldeia, mas também aquele que ensinava as pessoas a verem a morte com outros olhos. Isso se tornou uma tradição em Săpânța e os habitantes dizem que permanecerá assim para sempre. Isso nos assegura o discípulo do criador, como nos disse o fundador Dumitru Pop Tincu. Ele mora na casa de seu professor e continua o seu ofício.

A casa do mestre Stan Ioan Pătraș é um verdadeiro museu. Lá está, entre outras, a oficina onde são trabalhadas e restauradas as cruzes do Cemitério Alegre. A madeira utilizada para a sua construção é de carvalho, e o preço pode atingir 5.000 lei. Demora duas a três semanas para fazer uma cruz. Existem moradores que guardam dinheiro para ter um lugar no Cemitério.

Dănuț Ștețca explica:

O nome do Cemitério Alegre também vem da cor dessas cruzes, pois as cores mais bonitas se expressam, daí o famoso azul de Săpânța, cada cor com o seu simbolismo. 

Quase 50.000 turistas de todo o mundo visitam o Cemitério Alegre todos os anos. Ao longo dos anos, este local foi incluído no topo dos monumentos funerários de todo o mundo.

Mais informações sobre o Cemitério Alegre podes encontrar no artigo Roménia : Cemitério Alegre – o lugar onde rimos em vez de chorar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here