O consumo de drogas durante a pandemia

0
262
drogas
Fotografia; pixabay.com

As drogas são conhecidas como substâncias ilegais extremamente nocivas ao corpo humano, pois proporcionam um estado de dependência impossível de controlar pela vítima.

Após o consumo dessas substâncias, o sistema nervoso é extremamente afetado, causando mudanças no pensamento, na percepção, nos sentidos, e também no comportamento.

As drogas têm efeitos nocivos no corpo humano.

Embora existam drogas naturais e sintéticas, todas elas têm efeitos nocivos no corpo humano. Assim, pode ocorrer dependência física e mental, bem como toxicidade.

Certamente as pessoas estão cientes de todos esses efeitos que as drogas têm quando consumidas. Apesar disso, o número de consumidores em todo o mundo aumentou de forma alarmante. É uma situação que não pode mais ser controlada de forma alguma.

A taxa de desemprego neste ano de 2020 tem aumentado cada vez mais por causa da pandemia que assola o mundo.

Situação que não pode mais ser controlada …

A pandemia de 2020 é o climax do tráfico internacional de substâncias proibidas, os traficantes impulsionaram-se nesta indústria extremamente rápido.

Quantidades impressionantes de drogas chegaram à Europa.

A América do Sul, maior produtora e transportadora de drogas, estabeleceu um número recorde de remessas durante a pandemia do coronavírus. Quantidades impressionantes de drogas chegaram à Europa este ano, a maioria por mar. Isso explica as 25 toneladas de cocaína confiscadas em Rotterdam.

Há uma vacina, tratamento ou medicamento para acabar com a pandemia de coronavírus? 

O maior laboratório de cocaína foi descoberto na Holanda.

Além disso, o maior laboratório de cocaína de todos os tempos foi descoberto na Holanda. A Holanda, junto com a Bélgica e a Espanha, foram pontos-chave nos cartéis de drogas este ano, pois facilitaram a transição.

O transporte marítimo foi a melhor alternativa para os traficantes durante a pandemia, devido aos voos quase impossíveis.

Há uma vida antes e depois do início da pandemia?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here